Telefone: (41) 3699-8600(Centro) - (41) 3699-8700(Cachoeira)

» Almirante Tamandaré poderá ser sede do SAMU

13 de Abril de 2017 às 14h30

Oito municípios da Região Metropolitana estão terminando um estudo de viabilidade para criar um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) integrado. A ideia é que os pacientes de urgência e emergência possam ser atendidos em toda a rede médica das cidades de Itaperuçu, Rio Branco do Sul, Adrianópolis, Cerro Azul, Tunas do Paraná, Doutor Ulysses e Almirante Tamandaré. O município de Campo Magro, que pertence à região de Campo Largo, também quer aderir ao programa.

A ideia é que Almirante Tamandaré seja a base pólo dos municípios, com uma ambulância ALFA (de maior complexidade) para atender casos mais graves. No entanto, cada município deverá ter sua própria ambulância. Com a implantação do SAMU, os municípios da Microrregião Norte terão portas abertas na rede de urgência e emergência. Na prática, isso significa que os municípios poderão encaminhar pacientes para hospitais que complementem a rede no Estado.

Colombo tem uma base própria e que já funciona. A prefeita Beti Pavin, presidente do Consórcio Metropolitano de Saúde do Paraná (COMESP), participou ontem da reunião com os prefeitos da Microrregião Norte para mostrar a experiência de Colombo e região com o SAMU. “Se os prefeitos unidos concretizarem essa parceria, isso será um grande avanço. E pelo que percebi nessa reunião, todos os prefeitos querem que isso realmente aconteça”, afirmou.

O prefeito de Rio Branco do Sul, Gibran Johnsson, está otimista. Apesar de ter um Hospital Municipal, ele acredita que o SAMU irá auxiliar em muito. “A demanda é muito grande, temos pacientes de outros municípios que vão até Rio Branco do Sul. Mas na urgência e emergência temos grandes dificuldades e o SAMU vai ajudar em muito. Se salvarmos uma vida, já terá valido a pena essa parceria”, apostou Gibran.

“Saúde tem sempre que ser prioridade. O consórcio vai fazer com que a população tenha um atendimento eficiente e rápido. E isso vai atender nosso povo e dar mais qualidade de vida”, destacou Patrik Magari, prefeito de Cerro Azul. A situação de Campo Magro ainda terá que ser vista pela Secretaria de Estado da Saúde, mas o prefeito Claudio Cesar Casagrande está otimista. “O SAMU integrado viabiliza o operacional todo, a contratação de funcionários, medicamentos, equipamentos. Isso tudo só virá a somar para a população da nossa cidade e para o nosso SAMU”, pontuou.

O prefeito Gerson Colodel destacou que a população dos municípios da Microrregião Norte é de cerca de 250 mil habitantes – o que vai ajudar em muito para que o sistema não apenas dê certo, como o atendimento seja mais rápido e melhor. “Temos a vantagem de sermos uma Microrregião com baixo índice populacional. A união de todos os Municípios irá proporcionar eficiência e um atendimento melhor para os pacientes em hospitais de referência da capital”, explicou.

Uma nova reunião para fechamento da planilha de custos foi marcada para o dia 24 de abril.

Assine Nossa Newsletter

Av. Emílio Johnson, 360 - 83501-000 - Almirante Tamandaré - PR | Última Atualização: 04/04/2018 às 16:01:52