Telefone: (41) 3699-8600(Centro) - (41) 3699-8700(Cachoeira)

» Nossa Cidade

Conhecida como a “Cidade dos Minérios”, Almirante Tamandaré está localizada no estado do Paraná. A população estimada em 2017, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE), é de 115.364 habitantes. A cidade fica a uma altitude de 950 metros acima do nível do mar.

Almirante Tamandaré foi emancipada de Colombo por conta da exploração do ouro e do crescimento da região no dia 28 de Outubro de 1947, através da Lei Estadual nº 2.Originalmente era chamada de Timoneira. No dia 24 de Março de 1956, a cidade foi chamada de Almirante Tamandaré através da Lei Estadual nº 2.644, em homenagem ao Marquês de Tamandaré, almirante e patrono da Marinha do Brasil.

A atividade extrativa mineradora sempre foi um dos grandes potenciais da cidade. Hoje, a cidade tem cerca de 20 indústrias de cal e calcário situadas próximo à Rodovia dos Minérios (PR-092). Possui, também, quatro fontes produtoras de água mineral que são engarrafadas e comercializadas. Aliás, o lençol de água de AlmiranteTamandaré é um dos seus grandes tesouros. A cidade é naturalmente de preservação ambiental, por ter em seu leito o Aqüífero de Karst.

Localização - Os habitantes e os naturais do município são denominados de tamandareenses. A cidade fica na Mesorregião Metropolitana de Curitiba a uma distância de 15 km da capital.

Nome da Cidade – O nome do município é uma homenagem ao Almirante Joaquim Marques Lisboa, Visconde e Marquês de Tamandaré, nascido na cidade gaúcha de Rio Grande em 13 de dezembro de 1807 e falecido em 20 de março de 1897, no Rio de Janeiro. O Marquês de Tamandaré foi membro do Conselho Naval Superior e Ministro do Supremo Tribunal Militar. É patrono da Marinha do Brasil e participou de inúmeras lutas internas e das campanhas contra o Paraguai,Uruguai e ainda das rebeliões internas Setembrada, Abrilada, Cabanada,Sabinada, Balaiada, Praieira e Confederação do Equador. Etimologicamente o termo "Tamandaré" originou-se da língua tupi "tamanda-ré",depois da volta, "t'amanari", o que veio depois da chuva (o mesmo que Noé da lenda do dilúvio entre os povos indígenas).


HINO

(Letra: Harley Clóvis Stocchero / Música: Paulo Rodrigo Tosin)

No teu céu, que é tão belo e azul,
brilha sempre o Cruzeiro do Sul;
quando Deus, ao compor o Universo,
fez aqui o seu mais belo verso;
e ao pintar também a natureza,
pôs mais cor no pincel, com certeza...

Nas tuas matas, no morro ou restinga,
nasce, cresce e dá mel bracatinga,
que, aliada à extração mineral
sua lenha vai produzir cal,
desta terra maior produção
que é exportada por toda Nação.

Almirante Tamandaré
o teu povo tem força e tem fé,
conservando,na sua tradição,
Nossa Mãe, Virgem da Conceição.

Da união do minério e o trabalho
por igual produzimos calcário;
tendo aqui sempre boa produção
nosso milho, a batata e o feijão;
também forte é em nossa lavoura
o repolho, o tomate e a cenoura...
O Tingüi nos levou o amor
que preserva o riacho e a flor;

Gralha Azul nos plantou o pinheiro,
que cresceu para o céu altaneiro;
e os gorjeios de nosso sabiá
têm beleza que em outros não há!...
Nesta terra abençoada e feliz
vive um povo que ora e prediz
a grandeza de Tamandaré
no valor do trabalho e da fé.

Almirante Tamandaré
o teu povo tem força e tem fé,
conservando,na sua tradição,
Nossa Mãe, Virgem da Conceição.


Assine Nossa Newsletter

Av. Emílio Johnson, 360 - 83501-000 - Almirante Tamandaré - PR | Última Atualização: 27/08/2018 às 12:59:52